top of page

Bioativos: um mercado de US$ 186 bilhões

Os bioativos são parte de um dos mercados mais promissores do mundo, com uma taxa de crescimento (CAGR) de 8% ao ano – e ainda pouco explorado no Brasil.

baeru_edited.jpg

BARU

O Baru é uma castanha típica do cerrado, amplamente reconhecida como a mais nova tendência em Superfoods. Na safra de 2019, um quilo da castanha de Baru foi vendido entre R$ 60 e R$ 130 no varejo brasileiro. No exterior, o quilo do baru pode alcançar o equivalente a R$ 780.

26% proteína
33% lipídios
cálcio
fósforo
ômega 6
rico em óleos não-saturados
radicais livres
controle do colesterol
anti-inflamatório
previne anemia e dores articulares

FAVA D'ANTA

A fava d’anta é uma semente que só existe no Cerrado preservado. Entre outras características, produz a rutina, um bioflavonóide de interesse farmacêutico, com exportação principalmente para a China. Entre 2011 e 2020, foram gerados US$ 58 milhões no setor, sendo que os maiores players do mercado estão na Europa.

Grande estrela do Cerrado quando se fala de fitomedicamentos, é utilizada no tratamento de doenças circulatórias. Hoje, seus derivados já são usados em todo o mundo no desenvolvimento de tratamentos para uma série de doenças crônicas.

açai 02.png

AÇAÍ

O açaí é reconhecido mundialmente por suas propriedades nutritivas e benefícios à saúde. É rico em antioxidantes, fibras e ácidos graxos essenciais. É considerado o principal superalimento brasileiro, com demandas no mercado nacional e internacional.

O açaí é rico em antioxidantes, como antocianinas, que ajudam a combater os radicais livres no corpo, além de conter fibras, vitaminas, minerais e ácidos graxos essenciais. Essa combinação de nutrientes faz do açaí um alimento energético, que pode contribuir para a saúde cardiovascular, fortalecimento do sistema imunológico e melhoria da saúde digestiva.

O que dizem sobre o assunto

Robb Report
Super Food
Correio Braziliense
Marie Claire
G1
bottom of page